Carreira x Maternidade

Olá pessoal tudo bem?

Hoje eu venho falar sobre carreira x maternidade trazendo um pouco da minha experiência para vocês.

mae trabalho

Como conciliar carreira x maternidade?

Muitas mulheres que trabalham e têm suas profissões antes da maternidade se veem num verdadeiro dilema com a chegada do primeiro filho, pois são muitas dúvidas e muitos sentimentos envolvidos.

A vontade de ficar o tempo todo ao lado da cria, o sentimento de culpa em ter que deixar seu bebê com terceiros (babas, creches, avós etc), medo de não estar preparada para voltar ao trabalho enfim a lista é grande.

bebe note

Existe ainda o medo do julgamento das pessoas, pois não se engane, muitos vão dar “pitaco” na sua vida, mas lembre-se! A VIDA É SUA e só diz respeito a você e seu esposo (se for o caso).

Então acredito que a decisão de voltar ao mercado de trabalho é muito pessoal e vai depender de muitos fatores.

Para muitas mamães essa não é uma opção, voltar ao trabalho após a maternidade é uma necessidade (financeira), e a grande maioria das mulheres vive essa realidade!

E se você faz parte dessa estatística não se sinta culpada, pense que estará fazendo o melhor para você e sua família.

mulher job

Agora se você tem condições de sair do seu emprego ou deixar a carreira um pouco de lado para cuidar do seu filho, também não se sinta culpada, dedique-se a esse momento tão lindo e importante na vida de vocês, e quando se sentir preparada poderá retomar sua carreira ainda mais fortalecida e motivada.

Se você é uma mamãe empreendedora, poderá montar seu próprio negócio, talvez em home office quem sabe? E assim poderá trabalhar e cuidar dos filhos ao mesmo tempo, pense nisso!

home office peq

Minha experiência…

Eu trabalho desde muito cedo, comecei a trabalhar em lojas ainda com 13 anos de idade (naquela época era permitido), me senti uma velha agora rsrs

Mesmo grávida nunca parei de trabalhar,  e quando minha filha nasceu, nos revezávamos (eu e meu marido), para dar conta do recado, não tínhamos babá e nos primeiros anos contamos com a ajuda da minha mãe quando precisávamos.

Trabalhávamos em horários diferentes para sempre um ficar com a bebê, foi uma época desgastante mas foi a forma que encontramos de não precisarmos colocá-la em berçário tão cedo.

Alguns anos depois (seis), veio o meu segundo filho e novamente adaptamos a logística da casa para conciliar trabalho e os cuidados maternos/paternos com as crianças, mas dessa vez, me vi obrigada a colocar meu bebê ainda com seis meses no berçário para continuar trabalhando, e minha filha já frequentava o ensino fundamental.

maos

Quando meu filho já estava com um ano surgiu a oportunidade de cursamos a faculdade (sim nós dois, pai e mãe), e mais uma vez adaptamos nossa rotina agora para conciliar casa + filhos + trabalho e faculdade, UFA!

Escolhi um curso longo de 5 anos então tive que contar muito com a ajuda do meu marido e da minha mãe, na época pagamos uma pessoa para ficar com as crianças a noite, no intervalo do período da faculdade do meu esposo enquanto eu não chegava do trabalho, minhas aulas eram pelas manhãs.

Em resumo foi sofrido, foi puxado e desgastante para toda a família, mas enfim,  nos formamos!

Meus filhos são meu combustível para ir à luta todos os dias!

Não foi nada fácil, principalmente quando as crianças ficavam doentes, juro que muitas vezes pensei em jogar tudo pro alto, sair correndo e gritando como uma louca (o que não iria resolver é claro rs), mas resisti!

Se me arrependo? Em alguns pontos sim, mas como não dá para voltar no tempo…

Hoje meus filhos estão em outra fase, e posso acredito que não perdi nenhum momento da vida deles por estar trabalhando ou estudando. Não sei se faria tudo da mesma forma, mas estou certa que ainda não cheguei onde quero, mas estou no caminho…

love emoticon

Tenho apenas a certeza de que nunca é tarde para recomeçar!

E com você como foi ou como está sendo conciliar trabalho/estudo com a maternidade? Me conta e vamos trocar algumas figurinhas!

Esse texto faz parte do Blogagem Coletiva Materinsta!

Para quem ainda não conhece, todos os meses um grupo de mamães blogueiras se reúne para falar de um tema especifico, mas cada uma com seu ponto de vista.

O tema desse mês é sobre diversos assuntos, então não perca nenhum post hein!

bl_innercircles2

Deixo logo abaixo, os links dos Blogs participantes.

É só clicar no nome do blog que você será redirecionado!

Taty – Blog Trip Baby

Jaque – Mães Apaixonadas

Giuliana – Blog Moms2moms

Claudia – Mãe Literatura

Barbara – Mãe Especialista

Josi – Agora somos Pais

Pauleni – Nossa são Gêmeos

Bjokas e até o próximo!

By Maria Valdirene

Imagens by Pixabay e Pinterest

Gostou? Então compartilha com seus amigos!

Facebooktwittergoogle_pluspinteresttumblrmail

16 ideias sobre “Carreira x Maternidade

  1. Eu me lembro como foi difícil pra mim trabalhar com Isaque pequeno, cortava meu coração mas era algo necessário, no fim acabei saindo do trabalho pra ficar com ele que ficava o tempo todo doente!

    • O Nick também vivia doente e esse é um dos pontos que me arrependo de não ter ficado mais com ele! bjos amiga!

  2. Querida Val
    Eu AMEI seu post e saber mais sobre sua experiência pessoal.
    Fica sempre a certeza que fizemos o melhor possível para o momento, né?
    Eu tive as duas experiências. Quando nasceu a minha primeira filha, eu voltei logo para o consultório, mas trabalhava menos e minha mãe me ajudou muito. Quando nasceu meu segundo filho, optei por ficar um ano em casa. Foi ótimo para nossa relação, mas péssimo profissionalmente. Demorei a recuperar os pacientes no consultório.
    Cada caso é um caso e o que vale é ter certeza que tudo se ajeita!
    Bjs, querida

    • Também gostei de saber um pouco da sua história e como você disse cada caso é um caso, bjokas lindona!

  3. Muito lindo seu depoimento, amei viu.
    Nada fácil tomar essa decisão que apenas nós devemos mães sabemos as vantagens e as desvantagens dela, mas no final tudo acaba bem.

    bjs.

  4. Adorei conhecer um pouco da tua história! Tão bom compartilhar experiências!
    Por aqui, voltei a trabalhar normalmente depois da licença maternidade (mais férias), mas foi bem sofrido no começo.
    O pior, para mim, era a saudade que eu sentia do pequeno! Mas estamos bem, sem arrependimentos.

    • A saudade é inevitável mas quando a gente chega e cheira muito eles, daí fica tudo bem, não é? Bjokas!

  5. Que história incrível, poder de superação! Estou com algo similar em casa, minha mulher quer voltar ao mercado mas por serem trigêmeas de 2 anos está sendo bastante difícil conciliar, mas lendo seu texto é para parar e pensar, sim eu posso e será melhor para todos… Adorei e parabéns!

    • Olha, não é fácil Adriano, mas sim, com a colaboração de todos, família unida e linda como a sua, vocês conseguirão com certeza! Abraços!

  6. Aqui também conciliei a maternidade com o trabalho e sim foi um dilema por um tempo, mas depois pude perceber que para mim, foi uma escolha bem acertada.
    Gostei do seu exemplo guerreia. Conciliar trabalho com filhos e mais estudo é muito pesado. Que bom que você teve ajuda e pode ajeitar tudo.

    beijos
    Chris

  7. Amei o post, imagino que deve oassar mil coisas oela cabeça dos pais para tomar essa decisão, ainda mais pq seja ela qual for semprw terá os palpiteiros alheios né… Mas sou da seguinte opinião cada pai/mãe sabe o que é melhor para sua família e o que essa família acha certou ou não nunca vai ser igual ao que outra família decide. Aqui em comum acordo com o marido parei de trabalhar para ficar em casa com o filho e a ideia era a seguinte caso houvesse necessidade, se nossas adaptações uma hora não fosse mais a melhor voltaria a trabalhar.

    Bjs Mi Gobbato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *